Benzoilureias: mecanismo de ação e características dos inseticida

Data de publicação:

Os inseticidas do grupo das benzoilureias possuem modo de ação como inibidores da síntese de quitina nos insetos interferindo no crescimento e desenvolvimento da praga, e por isso são conhecidos como inseticidas fisiológicos.
 

São exemplos desses inseticidas:


• Diflubenzuron
• Lufenuron
• Novaluron
• Hexaflumuron 
• Teflubenzuron, dentre outros.

São inseticidas amplamente utilizados no controle de pragas da ordem dos lepidópteros, que incluem as diversas lagartas e brocas dos cultivos.

A quitina é um dos principais componentes do exoesqueleto dos insetos a qual desempenha diversas funções dentre elas de estruturação, proteção e regulação das perdas de água.

A síntese de quitina envolve diversas reações catalisadas por enzimas presentes no citoplasma das células da praga, sendo que a fase final de formação dos polímeros de quitina é catalisada pela enzima quitina sintetase presente em grande quantidade na membrana celular. Os inseticidas do grupo dos benzoilureias atuam sobre essa enzima quitina sintetase, a qual tem papel chave no processo de formação da quitina.
 

Efeitos sobre os insetos

Os sintomas se manifestam na muda de pele (ecdise). Como a quitina é componente essencial na estruturação do novo tegumento (cutícula), quando o inseto muda, o novo tegumento não estará bem formado. Dessa forma, a cutícula mal formada não resiste a pressão interna e se rompe, levando o inseto a morte.

 

Características dos inseticidas benzoilureias

- Uma das características marcantes desses inseticidas é que atuam mais eficientemente sobre fases jovens das pragas. Dessa forma, são inseticidas que devem ser aplicados no início das infestações.

- Outra característica marcante é que não possuem ação de choque, diferente por exemplo dos organofosforados, carbamatos e piretroides. Sua ação poderá ser percebida dias após a aplicação.

- Tais inseticidas não possuem amplo espectro de ação. Dessa forma, são inseticidas com boa seletividade, com baixa toxicidade a uma grande maioria de inimigos naturais e mamíferos. Por serem não-sistêmicos na planta, insetos sugadores não são afetados, sendo essa característica um fator adicional de seletividade entre os insetos.

 

Comportamento na planta e residual de controle


São inseticidas de contato não-sistêmicos na planta devido as características físico-químicas das moléculas (Tabela 1). A principal forma de aquisição do inseticida pelas pragas/alvo é por ingestão.

São inseticidas que apresentam um prolongado período de proteção por deixarem um bom residual. Esse residual pode estar ligado a ausência de mobilidade nos tecidos e estabilidade das moléculas.

Veja na tabela abaixo as moléculas com baixíssima solubilidade em água, de elevada lipofilicidade (log Pow) e com boa estabilidade em exposição a água e luz .

Fonte: Adaptado de Sun et al. (2015)
Fonte: Adaptado de Sun et al. (2015)

 

 

Referências

Sun R, Liu C, Zhang H and Wang Q. Benzoylurea chitin synthesis inhibitors. J. Agric. Food Chem. 2015, 63, 6847?6865. DOI: 10.1021/acs.jafc.5b02460

Compartilhar
4,7
starstarstarstarstar