Materiais Técnicos

Definição dos componentes de rendimento do milho

Data de publicação:

Assegurar a melhor qualidade genética do híbrido de milho é fator decisivo para atingir elevadas produtividades de grãos. No entanto, não é suficiente para obter todos os benefícios do seu investimento. Compreender os estádios fenológicos da cultura, bem como, o momento em que os componentes de rendimento são definidos e quais são os fatores que podem afetá-los é a condição para o sucesso.

Todos esses aspectos devem ser observados pelo produtor, para que este possa definir com segurança quais são as práticas de manejo mais adequadas para tal situação e, assim, fazer com que cada componente possa expressar o seu máximo potencial e alcançar a maior produtividade.

Definição da produção:


Na cultura do milho, a produtividade é o resultado da combinação de três componentes do rendimento:

- Número de espigas por unidade de área: determinado pela população final de plantas

- Número de grãos por espiga: resultado do número e do comprimento das fileiras

- Peso do grão:  diretamente relacionado com a produção de fotoassimilados e a eficiência do enchimento dos grãos.

Desenvolvimento da cultura x fatores ambientais

À medida que a cultura se desenvolve sucedem-se alterações fisiológicas e morfológicas que determinam os estádios fenológicos da planta. Estes processos estão geneticamente determinados e são influenciados pelo ambiente.

A descrição dos estádios, permite correlacioná-los com o momento de ocorrência de diversos fatores ambientais e aspectos culturais, para compreender assim as respostas da cultura. O milho, como todas as outras culturas estão expostas a diversos fatores ambientais, tais como a ocorrência de estresses. A determinação da intensidade, tipo e época de ocorrência do estresse, em relação aos estádios fenológicos da cultura, auxiliará produtores e técnicos a identificarem as possíveis falhas e/ou causas que interferiram na redução da produtividade e, assim, decidirem na mesma ou para a próxima safra, com maior precisão, as mudanças necessárias no manejo da cultura.

A natureza influencia em grandes proporções o crescimento e a produtividade de uma lavoura de milho. Contudo, o produtor de milho pode manipular o meio ambiente com operações de manejo, que incluem seleção do hí-brido adequado, manejo do solo, rotação de culturas, época de plantio, adubação, irrigação e controle de pragas. Um produtor que entende como o mi-lho cresce e se desenvolve, irá compreender a importância de se utilizar práticas de produção no momento correto para assegurar altas produtividades e maior rentabilidade.

Compartilhar
4,9
starstarstarstarstar